Hamsters de Biblioteca
Esfera do Caos, 2017

978-989-680-208-0

Com desenhos de Gonçalo Condeixa

Uma metáfora à História de Portugal do século XX. 
Um livro que convida o leitor a desempenhar o papel de um detetive que descobre o verdadeiro sentido dos textos e desenhos. 
Pequenas histórias sem moral —ou com uma moral muito discutível —que não deixam ninguém indiferente e que, afinal, formam uma única história.

As leituras do Corvo

separador críticas

O Mel e as Vespas
Esfera do Caos, 2015

978-989-680-158-8

"O Mel e as vespas" tem lugar em Cancino, vila ficcionada na serra algarvia, e atravessa grande parte do século XX, seguindo de perto duas famílias: os Valentes e os Caça-Lobos. Um acerto de contas com a mais recente história de Portugal; um olhar profundamente humanista que navega entre a miséria e o humor, o destino e o sonho, enfim, entre o mel e as vespas. Uma plêiade de personagens inesquecíveis como a muda Jacinta, o Tibério que quis ser poeta, o guarda Benvindo, que batia e chorava.  o Dr. Cobral que insuspeitamente deixou grande descendência em Cancino.

Ventos dispersos

Dos meus livros

Viajar pela leitura

separador críticas

Livro, Amor e Liberdade de Germana Pata-Roxa  

Amor e Liberdade de Germana Pata-Roxa
Esfera do Caos, 2012

978-989-680-070-3

Amor e Liberdade de Germana Pata-Roxa é um quase livro de contos, que se fundem num final surpreendente. Contos que foram escritos ao longo dos anos, desde 1999 a 2012. Poderemos encontrar aqui os premiados "Caricas roxas" e "Na casa da Dona Alzira", únicos que haviam antes sido publicados na revista "sublimis". Todavia é nos restantes, inéditos, que melhor encontramos a marca do autor. Uma galeria de personagens divertida e, simultaneamente, inquietante.

Crítica (Dos meus livros)

Opinião do escritor Luís Novais

Crítica (Viajar pela  Leitura)

Crítica (Os livros nossos)

separador críticas

Livro, No País das Porcas-Saras  

No País das Porcas-Saras
Esfera do Caos, 2010

978-989-680-015-4

Uma velha quase analfabeta que rima as palavras em quadras e décimas; uma menina que desperta os apetites sexuais de um tio; uma mulher com medo do escuro; um homem que faz malabarismos com um palito na boca; um galinheiro, um poço, um sobreiro, uma caixinha de cartão. Personagens inesquecí- veis e cenários decrépitos de uma história que tem lugar no Portugal do século XXI, num interior esquecido.


Ler excerto
Crítica (Viajar pela leitura)
Crítica (Dos meus livros)

 

separador críticas


livro, como se de uma fábula se tratasse
 

Como se de uma fábula se tratasse
Edição de Autor, 2007

989-95012-1-2

Em "Como se de uma fábula se tratasse" contam-se (também) as aventuras de um gato e das suas vidas. É o ponto de partida para o narrar de pequenas histórias de homens e animais que vão saindo umas de dentro das outras como uma caixa chinesa. Uma obra que o autor acredita "ter uma moral, mas ainda não saber qual é.


Ler excerto
Ler crítica


Livro, A Fonte de Mafamede

A fonte de Mafamede
Edições colibri, 2002

972-772-323-3

Em "A Fonte de Mafamede" o autor conduz-nos ao século XVI e a Benafátima, pequeno lugarejo entranhado na serra algarvia. Aqui, onde vive a jovem Ana, parecem dstantes as novidades das descobertas e dos novos mundos. Todavia, da cidade de Évora virá um novo prior, um boticário navarro e um escravo negro, o que perturbará a vida em Benafátima. Só que os novos tempos não trazem só o progresso, mas também a intolerância.

Ler excerto

 

«voltar | home

biografiaagendacronologia literáriaobras publicadasadquirirlinkscontacto